Gestão 360 graus é mais uma abordagem criada por mim.


Muito se fala sobre gestão profissional, sobre gestão estratégica, sobre ferramentas de gestão e tantos temas correlatos.


Kaplan, um dos papas da gestão menciona que a contabilidade do futuro será voltada para a gestão de indicadores de desempenho. Por sua vez a gestão estratégica foca a estratégia da empresa para otimizar indicadores como rentabilidade, marketing share,serviço ao cliente,etc.


Muitos seminários, treinamentos e palestras abordam formas das empresas otimizarem seus diversos indicadores, e enfatizam que a visão do futuro é essencial. Quando tratam do futuro curto prazo de 1 a 2 anos temos o planejamento operacional ou tático, mas quando o foco é uma visão de um futuro de longo prazo temos aí o planejamento estratégico.


A gestão 360 graus mantem forte atenção para o futuro de curto, médio e longo prazos, mas não deixa de considerar que a gestão do passado e do presente são essenciais para o sucesso dos negócios.


Muitas empresas se preocupam demasiadamente com o futuro, e chegam a optar por ferramentas de primeira linha para alcançarem as metas de curto, médio e longo prazos. No entanto, não raramente elas se esquecem da gestão do passado e presente.


A seguir destaco uma figura que elenca elementos essenciais da gestão de indicadores do passado, do presente e do futuro, configurando uma visão de gestão 360 graus. A figura é auto explicativa e o recado é simples e direto; o futuro só será promissor, se não esquecermos das lições do passado, se atuarmos sobre problemas, contingências e oportunidades surgidas no passado em paralelo a uma execução profissional e competente do presente.