O EBITDA é um indicador essencial que todas as empresas deveriam apurar e apresentarem no DRE (demonstrativo de resultado do exercício )

Para se chegar ao EBITDA também é adicionado  além das Depreciações e Amortizações o Resultado Financeiro que corresponde às despesas financeiras deduzidas das receitas financeiras..


Vejam um exemplo de cálculo do EBIDA


EBIT ou Lucro antes do Imposto de Renda


+ Depreciações e Amortizações Líquidas


+ Despesas Financeiras Líquidas


= EBITDA


Se um empresa possui um lucro antes do Imposto de Renda baixo  

O EBITDA é um elemento essencial para cálculos de evaluation (avaliações de empresas). Outro uso nobre do EBITDA diz respeito à otimização desse valor cujo crescimento saudável implicará diretamente no aumento do valor da empresa.


O EBITDA como indicador muitas vezes é criticado por não refletir uma adequada posição financeira, mas essa não é a sua finalidade principal. A contabilidade possui outras ferramentas para isso, mas como elemento de longo prazo ele é seguramente o principal indicador.

Mas para empresas que estão adquirindo o EBITDA é indicador essencial porque ele mostra o valor que operacionalmente as empresas geraram como entradas em seus caixas.

Esse indicador é muito usado para compra e venda de empresas onde é usual se efetuar o negócios baseado em um certo número de EBITDAs. 


Algumas negociações de empresas ocorrem com base em 5 ou mais vezes o valor do  EBITDA anual, dependendo de acordo entre comprador e vendedor e da característica no negócio que está sendo fechado.


Impressionante como a maioria dos escritórios de contabilidade não demonstram o EBITDA das empresas de seus clientes. Não importa que seja uma média ou até pequena empresa, o EBITDA é um indicador de primeira grandeza. Ao comparamos o EBITDA com o Lucro Liquido antes do Imposto de Renda, podemos ter importante pistas sobre o negócio.



Se quiserem me adicionar no Linkedin o email é arilopes@folha.com.br