Estamos em Janeiro e a maioria das empresas estão em fase de fechamento do Ano Fiscal e para aquelas que não adotam um fechamento anual em  período diferenciado também o fechamento para Reporte Contábil encerrará um ano em 31 de Dezembro de 2020.

Todos os meses deveriam ser fechados com qualidade nos reportes contábeis que incluem todas as contas do Balanço e também as contas do DRE. 

Temos outros demonstrativos mas se esses dois mencionados apresentarem qualidade eles automaticamente estarão partindo de uma base correta.

Desta forma, vou elencar aqui algumas sugestões para que o fechamento seja feito com boa qualidade.

SUGESTÕES PARA SE OBTER UM FECHAMENTO ANUAL COM QUALIDADE

- ASSEGURAR O ATENDIMENTO AO REGIME DE COMPETÊNCIA.

Todas as receitas ocorridas deverão ter custos e despesas que estão relacionados a essas receitas contabilizadas dentro do mesmo período em que a receita foi considerada.
É muito comum encontrarmos pagamentos de comissões, notas de frete, etc. contabilizados em períodos errados.
Isso é devido aos contadores somente efetuarem a contabilização quando a nota é recebida. O ideal é que as notas sejam emitidas no mesmo período em ocorrerem os faturamentos, mas no caso da notas fiscal ser enviada no mês seguinte ao faturamento, deve-se efetuar uma provisão contábil de todos os valores cuja documentação irá cair np mês seguinte.

ATENÇÃO ESPECIAL PARA OS ESTOQUES

Muitas empresas fazem um inventário geral no final do ano. Mas nem mesmo isso assegura que os estoques estão reportados com qualidade. É preciso que os estoques estejam bem controlados todos os dias do ano, pois empresas com estoques inexatos correm o risco de vender o que não têm e de comprar materiais que não precisam.

Um bom reporte dos valores em estoques é essencial. Estoques errados implicarão em balanços e resultados igualmente errados.

Estoques precisam de um sistema de "Cut Off" e bons controles nos diversos processos que implicam em mp0vimentação dos materiais.

Atenção especial deve ser dados aos materiais da empresa em poder de terceiros que deverão constar nos registros de inventário. Um rigorosa confirmação desses estoques deve ser efetuada de forma a assegurar acurácia nas quantidades e valores reportados.

Controllers e Contadores que são responsáveis pela contabilização dos estoques devem conhecer a norma contábil IAS2 ou CPC 16, e atenderem aos requisitos dessa norma. Mesmo para empresas desobrigadas a atenderem essas normas recomendo que sejam atendidas para assegurar qualidade no reporte contábil dos estoques.

Um dos procedimentos que essas normas pedem e que os itens sejam valorizados pelo menor valor entre mercado ou custo de aquisição. No caso, de valores que estiverem com valor de mercado abaixo de seu valor de custo deve-se efetuar um ajuste que assegure valorização correta aos estoques.

No caso de valores de remota utilização que estejam nos estoques deve-se proceder à baixa desses itens ou deve-se fazer uma provisão para desvalorização dos estoques.


CONTAS A RECEBER E CONTAS A PAGAR

Essas contas integram grupos diferentes sendo as Contas a Receber componentes do Ativo e Contas a Pagar do Passivo. Mas ambos os grupos de contas devem estar registrados com qualidade, devem atender ao Regime de Competência, onde principalmente o grupo do contas a pagar pode requerer provisões de valores cujas notas fiscais ainda não chegaram na empresa.

Procedimentos comuns nesses dois grupos dizem respeito às reconciliais rígidas que assegurem que não passe erros nas contabilizações.

CIRCULARIZAÇÕES são outros processos necessário que envolve a confirmação com clientes no caso de Contas a Receber e com Fornecedores no caso de Contas a Pagar de forma a confirmar que os valores reportados nessas contas estejam corretamente registradas. Empresas que contratam auditoria normalmente são chamadas a efetuarem as circularizações dos itens mais relevantes nesses grupos de contas.

Nas Contas a Receber especial cuidado deve ser tomado com contas em atraso e formarem provisões para perdas para as contas com probabilidade de não recebimento.

CONTAS EM MOEDA ESTRANGEIRA deverão estar atualizadas para o dólar de 31/12/2020. Variações Cambiais devem ser contabilizadas em contas próprias do DRE.

DEMAIS CONTAS - São muitos os procedimentos a serem seguidos para assegurar qualidade nos reportes contábeis de todas as demais contas do ATIVO e PASSIVO.

Essas contas deverão atender às normas contábeis que implicam em reconhecer eventuais perdas de valores em relação ao preço de mercado ou em relação à capacidade de geração de caixa. Se o valor de realização de qualquer item de balanço for menor que o valor contábil, muito provavelmente deverá ser feito uma desvalorização da conta ativa e consequente reconhecimento da perda no DRE.